• Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial -> Disciplinas -> Ciência, tecnologia e sociedade

Ciência, tecnologia e sociedade

E-mail Imprimir PDF

Créditos: 02.

Obrigatória.

Ementa:

Análise de temas relacionados com Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS), enfatizando a importância da educação científica. Concepção herdada da Ciência. A estrutura das revoluções científicas. Técnica e natureza humana. O significado da Tecnologia.  A Educação como cenário para a aprendizagem social da educação científica e tecnológica. Influências da ciência e da tecnologia na organização social. Relações entre ciência, tecnologia e sociedade. Questões éticas e políticas. A CTS e o ensino de Ciências. A imagem tradicional da Ciência e da Tecnologia. Ciência, tecnologia e reflexão ética. A educação científica e tecnológica.

Referências:

Básica:

AULER, Décio. Enfoque ciência-teccnologia-sociedade: pressupostos para o contexto brasileiro. Ciência & Ensino, vol. 1, número especial, nov./2007. Disponível em<www.ige.unicamp.br/ojs/index.php/cienciaeensino/article/.../109>, acesso em 15/mai./2012.

BAZZO, Walter Antonio.  Ciência, tecnologia e sociedade: e o contexto da educação tecnológica. Florianópolis: Edufsc, 1998.

BEM-DAVID, Joseph. O papel do cientista na sociedade: um estudo comparativo.Trad. de Dante Moreira Leite. São Paulo: Pioneira, 1974.

CACHAPUZ, Antônio et. al. (orgs.). A necessária renovação do ensino das ciências. São Paulo: Cortez, 2005.

CALVINO, Ítalo. Por que ler os clássicos. Trad. De Nilson Moulin. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

CALVINO, Ítalo. Seis propostas para o próximo milênio: lições americanas. Trad. De Ivo Barroso. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

CHASSOT, Attico. A ciência através dos tempos. São Paulo: Moderna, 1994.

FIRME, Ruth do Nascimento e AMARAL, Edenia Maria Ribeiro. Concepções de professores de química sobre ciência, tecnologia, sociedade e suas inter-relações: um estudo preliminar para o desenvolvimento de abordagens CTS em sala de aula. Ciência & Educação, vol.14 no.2 São Paulo: Bauru,  2008. Disponível em: <HTTP//WWW.scielo.br/scielo.php?pid=s1516-73132008000200005&script=sci_arttext> ISSN 1516-7313.

FONSECA,Alexandre Brasil. Ciência, tecnologia e desigualdade social no Brasil: contribuições da sociologia do conhecimento para a educação em ciências. Revista Eletrónica de Enseñanza de Las Ciências. Vol. 6, nº 2, p. 364-377, 2007.

FOUREZ, Gérard. A construção das ciências, uma introdução à filosofia e ética das ciências. Trad. de Luiz Paulo Rouanet. São Paulo: Editora Unesp, 1995. (Biblioteca básica).

JARROSSON, Bruno.  Humanismo e técnica: o humanismo entre economia, filosofia e ciência. Tad. de Isabel de Almeida Brito.  Lisboa: Instituto Piaget, 1996.

LATOUR, Bruno. A ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. Trad. de Ivone C. Benedetti; revisão de tradução de Jesus de Paula Assis. São Paulo, Ed. Unesp, 2000. (Biblioteca básica).

MARX, K. Contribuição à crítica da economia política. Moscou: Editorial Progreso, 1989.

SANTOS, Maria Eduarda Vaz Moniz dos. A cidadania na “voz” dos manuais escolares: o que temos? O que queremos? Lisboa: Livros Horizonte, 2001.

VAZ, Caroline Rodrigues; FAGUNDES, Alexandre Borges e PINHEIRO, Nilcéia A. Maciel. O surgimento da ciência, tecnologia e sociedade (CTS) na educação: uma revisão. Anais do I Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, Curitiba, 2009. ISBN: 978-85-7014-048-7. Disponível em <http://www.pg.utfpr.edu.br/sinect/anais/artigos/1%20CTS/CTS_Artigo8.pdf>, acesso em 10/mai./2012.

Complementar:

BROCK, C.; SCHWARTZMAN, S.; Os desafíos da educação no Brasil. São Paulo: Nova Fronteira, 2005.

COSTA, A.; DOÈNECH, G. Distintas lecturas epistemologicas en tecnologis y su incidencia en la educación. Ensenãnza de las ciencias. 20(1), 2002.

GARCÍA, Marta I.G., CEREZO, José A.L., LUJÁN, José L. Ciência, tecnologia y sociedad (lecturas selecionadas). Barcelona: Ariel, 1997.

HAZEN, Robert M., TREFIL, James. Saber ciência: do big bang à engenharia genética, as bases para entender o mundo atual e o que virá depois. São Paulo: Cultura editores associados, 1995.

KHUN, Thomaz. S. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1987.

IANNI, Otávio. Revolução burguesa. In.: _________, Dialética e capitalismo: ensaio sobre o pensamento de Marx. 3. ed. Revista e aumentada em 7 capítulos. Petrópolis-RJ: Vozes, 1988.

LATOUR, B. Jamais fomos modernos. Rio de Janeiro, Ed. 34, 1994.

PINTO, A. V.: O conceito de tecnologia. Volumes I e II. São Pulo: Contraponto, 2005.

POSTMAN, Neil. Tecnopólio: a rendição da cultura à tecnologia. São Paulo: Nobel, 1994.

ROBERTS, Royston M. Descobertas acidentais em ciências. Campinas: Papirus, 1993.

RONAN, Colin A. História ilustrada da ciência. v. I, II, II, IV. Rio de Janeiro: Zahar, 1983.

SANTOS, M. E. V. M. dos. Que educação? Lisboa: SANTOSEDU, 2005 (Que educação? Que cidadania? Em que escola? Tomo I).

_____. Que cidadania? Lisboa: SANTOSEDU, 2005 (Que educação? Que cidadania? Em que escola? Tomo II).

_____. A cidadania na “voz” dos manuais escolares: o que temos? O que queremos? Lisboa: HORIZONTE, 2001. (Biblioteca do Educador. N.143).

SANZ, Mariano Ayarzagüena, MORATALLA, Tomás Domingo, GÓMEZ, Yolanda Heranz, GONZÁLEZ, Agustín Ramón Rodrígues. Ciencia, tecnología y sociedad.Madrid: Editorial Noesis, 1996.

TORTAJADA, José Félix Tezanos, PELÁEZ, Antonio López. Ciencia, tecnologia y sociedad. Madrid: Editorial Sistema, 1997.