Portal do Governo Brasileiro
  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial -> Histórico

História

E-mail Imprimir PDF

O Instituto Federal de Goiás – Campus Jataí é uma instituição de ensino federal pública e gratuita que oferece cursos superiores e cursos técnicos integrados, subsequente e na modalidade PROEJA (formação profissional com escolarização de jovens e adultos). Com mais de 20 anos de história, o campus Jataí integra a rede do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG).

A história do campus Jataí começou em 1988. No dia 18 de abril, foi fundada na cidade uma unidade da Escola Técnica Federal de Goiás, voltada para o ensino técnico integrado ao 2º grau. Em 1999, a denominação mudou para Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET-GO) e a instituição passou a oferecer cursos superiores de bacharelado, licenciatura e tecnologia.

Outra mudança ocorreu em 2008. No final de dezembro, a aprovação da Lei 11.892 transformou os CEFET’s de todo o Brasil em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. Em Goiás foram criados dois, sendo um deles o IFG. A modificação trouxe mais autonomia administrativa, financeira e pedagógica, fazendo a instituição equiparar-se às universidades.

Com a missão de formar um profissional-cidadão, o IFG – Campus Jataí trabalha com a perspectiva  da formação integral de seus alunos, procurando oferecer, além de um sólido conhecimento na área tecnológica, uma formação humanística e reflexiva.


O IFG

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) possui uma história centenária. Seu início foi a fundação da Escola de Aprendizes Artífices, em 1909, pelo presidente da República Nilo Peçanha, através do Decreto nº 7566 de agosto daquele ano. A Escola funcionava na capital do estado de Goiás. A criação de uma rede federal de Escolas de Aprendizes Artífices, uma em cada capital, atenderia, segundo os argumentos da legislação, à necessidade de se ofertar à população geral uma alternativa de educação, voltada para a qualificação e o treinamento para o trabalho.

As escolas foram criadas sob o argumento de se evitar e prevenir a marginalidade a que estava exposta a população jovem vinda de famílias de baixa renda. No entanto, não se assegurou a equivalência destas escolas ao ensino formal. Os alunos, na época, eram capacitados em cursos como oficina e forjas e serralheria, sapataria, alfaiataria, marcenaria, empalhação e selaria.

Com a transferência da capital para Goiânia, a Escola passou a funcionar a partir de 1942 em seu prédio atual, com a denominação de Escola Técnica de Goiânia. Na época oferecia cursos na área industrial, mas ainda sem a equivalência com o ensino secundário regular. Em fevereiro de 1959, a Escola foi transformada em autarquia federal, com autonomia didática, administrativa, técnica e financeira. Em agosto de 1965, o nome foi modificado para Escola Técnica Federal de Goiás, atuando basicamente na oferta de cursos técnicos na área industrial integrados ao ensino de 2º grau.

Pelo Decreto sem número de 22 de março de 1999, a Escola Técnica Federal de Goiás foi transformada em Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET-GO). A Instituição passou a ter autonomia para propor e ofertar cursos de nível básico, técnico e tecnológico da educação profissional, bem como cursos de formação de professores, de graduação e pós-graduação.

A denominação passou a ser IFG no final de 2008, com a aprovação da Lei 11.892, em dezembro. Cada um dos Institutos Federais é uma instituição de educação superior, básica e profissional, pluricurricular e multicampi, que oferece educação profissional e tecnológica nas diferentes modalidades de ensino, reunindo conhecimentos técnicos e tecnológicos às suas práticas pedagógicas. Os Institutos Federais integram a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

O IFG conta atualmente com treze câmpus:

Saiba mais sobre o IFG

Última atualização ( Qui, 28/08/2014 )  

Comunicados

Novo Calendário Acadêmico

Data de retorno às aulas: dia 17 de janeiro de 2017


Data de finalização do ano letivo de 2016: dia 16 de março de 2017

 

Acesse aqui o calendário completo.

 
Plano de Capacitação dos Servidores Docentes do IFG Câmpus Jataí - Autorização de Afastamento para Pós-Graduação Stricto Senso

Leia aqui o edital.

 
IFG abre inscrições para 1260 vagas em cursos técnicos integrados de nível médio

Clique aqui

 
Processo seletivo para bolsas de monitoria

Leia aqui o edital.

Leia aqui a retificação 01 do edital.

Leia aqui a retificação 02 do edital.

Resultado preliminar.

Resultado final.

 
Tem gente que ainda tem dúvida e, por isso, é bom relembrar! A forma de ingresso nos cursos superiores do IFG mudou e a nota Enem é a única forma de acesso nos editais regulares para ingresso

Clique aqui para ver post


 

 
Novo prazo para entrega do relatório final dos programas de Iniciação Científica e Tecnológica

 
Protocolos de pedido de refúgio ou outra medida migratória devem ser aceitos como documento de identidade para estrangeiros conforme decisão judicial

.

 
O Departamento de Áreas Acadêmicas do IFG - Câmpus Jataí torna público, aos alunos dos cursos superiores ofertados, as Normas e Procedimentos para a aplicação de Exame de Proficiência para o segundo semestre do ano letivo de 2016

Leia aqui o edital.

 
Estão abertas as inscrições para Estágio no IFG

A GePPEx / CoSIEE, informa que as inscrições para o Estágio Remunerado nas dependências do IFG, Câmpus Jataí estão abertas nesta segunda-feira, 29/08/2016, e se estenderão até dia 02/09/2016, conforme Edital.

Leia aqui o Edital

 
Portaria institui procedimentos para solicitação de afastamento do País para servidores

 
Plano de Capacitação dos Servidores Docentes do Instituto Federal de Goiás Câmpus Jataí - Autorização de Afastamento para Pós-Graduação Strictu Sensu

Leia aqui o documento.

 
IMPORTANTE: Mudança na forma de ingresso nos cursos superiores do IFG

 

 
Orientações a respeito da rede WIFI

 

 
Marcas Institucionais

As marcas institucionais do IFG, do Câmpus Jataí, além de o  Manual de Aplicação da marca dos Institutos Federais está disponível nos links disponibilizados abaixo.